Tipos de colágeno: conheça os principais e saiba quando usar!

| |

Muito se fala sobre os tipos de colágeno, mas você sabe exatamente o que é e para que servem? Vamos tirar, de uma vez por todas, suas dúvidas sobre essa proteína que é muito atrelada a beleza e vaidade, mas também atua em várias parte do nosso corpo, como músculos e articulações.

O corpo já produz o colágeno naturalmente, mas, com a chegada dos 30 anos, essa produção começa a cair até 1,5% por ano, contribuindo diretamente para o aparecimento de rugas, linhas de expressão, flacidez e celulites na pele.

Aos 50 anos, essa produção tem uma queda maior ainda, em torno de 35%, fazendo com que os ossos e as articulações fiquem cada vez mais frágeis. A chegada da menopausa também contribui consideravelmente.

Mesmo durante a juventude, alguns outros fatores também podem ajudar na perda do colágeno, como exposição excessiva ao sol, estresse, consumo de cigarro, dietas malucas e alto consumo de gordura, já que o organismo começa a ter carência de aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes, todos necessários para a formação do colágeno.

Por isso, manter os exames em dia é essencial para saber exatamente quando é necessário começar essa suplementação – que é praticamente inevitável em algum momento para garantir qualidade de vida.

colageno e flor

O que é e para que serve o colágeno?

O colágeno tem origem animal e é uma a proteína estrutural, de rápida absorção, facilmente encontrada no corpo humano, já que ela está presente nos ossos, pelos, cartilagem, tendões e muitos outros órgãos. A proteína conta com três aminoácidos, prolina, glicina e hidroxiprolina, que juntos formam uma estrutura de tripla hélice. Isso significa que o colágeno é uma proteína rígida e muito forte.

Em cada parte do corpo, o colágeno tem uma função diferente. Nos ligamentos e tendões, ele atua promovendo flexibilidade e resistência para que o corpo não tenha os seus movimentos comprometidos. Na cartilagem presente entre as articulações, a sua função é evitar o atrito entre os ossos. Na pele, ele atua fazendo com que ela tenha mais firmeza, evitando flacidez e rugas.

Existem vários tipos de colágeno e todos têm participação na formação de alguma parte do nosso corpo. Confira abaixo alguns tipos e para o que servem.

Tipos de colágeno

Ainda existe uma certa incerteza quanto à quantidade exata de tipos de colágeno. Em 1997, alguns estudos listaram 18 tipos, já em 2014, esse número aumentou para 28, por conta disso nem todos os tipos de colágenos encontrados têm funções específicas e podem ser suplementados. Os tipos I, II e III são os mais fáceis de achar e tem uso comprovado cientificamente, podendo ser suplementados.

Outros tipos encontram-se espalhados em outros órgãos e tecidos e o que os diferencia é a ordem de repetição dos aminoácidos. O que se pode afirmar é que todos eles apresentam algum tipo de função estrutural, por conta da característica de suas moléculas, que formam bastões pequenos, rígidos, resistentes e elásticos. Conheça, agora, os 12 principais!

Tipo I

Esse é o tipo mais comum e pode ser encontrado nos tendões, na cartilagem fibrosa e nos tecidos conjuntivo frouxo comum e conjuntivo denso. O colágeno do tipo I promove sustentação para a elasticidade da pele, além de contribuir para uma melhora na saúde das juntas, unhas, dos cabelos e até da celulite.

Tipo II

O colágeno do tipo II está ligado às cartilagens hialina e elástica. Sua forma é parecida com o tipo I, mas o que os diferencia é o diâmetro, já que o II é pequeno. Pode ser encontrado nos discos invertebrados, olhos e cartilagem. Esse tipo é muito indicado para problemas relacionados a articulações e cartilagens, como a artrite.

Tipo III

O tipo III é o segundo mais comum e é encontrado nos vasos sanguíneos, útero, na pele e nos intestinos. Com o avanço da idade esse é o primeiro tipo a ter sua produção abaixada.

Tipo IV

Esse tipo pode ser encontrado nas membranas basais dos rins e tem a função de filtragem e sustentação do órgão. É associado aos colágenos tipo XV e XVIII.

Tipo V

O colágeno tipo V, além de estar presente em regiões que recebem grandes tensões, assim como o tipo I, também é responsável por esticar e resistir. Pode ser encontrado nos ossos, no sangue, na placenta, nos tendões e também na pele. Esse tipo é classificado como um colágeno fibrilar, visto que ele é responsável por formar pequenas fibrilas no organismo humano.

Tipo VI

Esse pode ser encontrado nos tecidos conjuntivos, que são um tecido de conexão, com uma quantidade abundante de células, fibras e matriz extracelular. Esse tipo pode ser encontrado na pele, sangue, camada íntima da placenta e nos discos intervertebrais.

Tipo VII

Este tipo pode ser encontrado na junção dermo-epitelial, responsável por estabilizar a junção entre a derme e a epiderme e também na placenta. Para quem busca renovação da pele esse é o tipo de colágeno ideal.

colageno capsulas

Tipo VIII

Está localizado nas células do endotélio, que é a membrana epitelial que protege a parte de dentro dos vasos sanguíneos.

Tipo IX

Esse colágeno é muito associado ao do tipo II, já que pode ser encontrado na retina, córneas e cartilagem. Seu objetivo é manter as células juntas, dando resistência, caso ocorra pressão.

Tipo X

Pode ser encontrado na zona das cartilagens hipertróficas, em que os condrócitos – células presentes do tecido cartilaginoso – estão maiores, com citoplasma em grande quantidade de glicogênio.

Tipo XI

Esse tipo de colágeno tem associação com o tipo II e é encontrado na cartilagem e nos discos intervertebrais.

Tipo XII

é associado com os tipos I e III, e pode ser encontrado em regiões que submetem-se a grandes tensões, como no caso dos tendões e ligamentos.

colageno biocorps

Suplementação de colágeno: quais os tipos mais indicados?

Os colágenos tipo I, II e III são mais utilizados para fins estéticos ou médicos, como no tratamento de ligamentos e musculatura corporal, pele e estruturas ósseas. Enquanto isso, o tipo VII está relacionado com a melhora da qualidade da pele quando está em processo de envelhecimento. Já o colágeno do tipo V tem papel importante nos processos de cicatrização.

Aposto que você não sabia que existem tantos tipos de colágeno assim e que alguns deles podem ser suplementados, não é?! Se interessou pelo assunto e quer saber mais? Conheça o colágeno Verisol, o único com ação comprovada!

Conta pra gente nos comentários quais o tipos de colágeno você já conhecia. Se você quiser continuar por dentro de assuntos relacionados a beleza e bem-estar, não deixe de seguir a Biocorps no Instagram. Até o próximo post!

Especializada em colágeno e crescimento de cabelo, a Biocorps te traz dicas e informações para momentos incríveis de bem-estar e autocuidado!
Equipe Biocorps
Anterior

Confira os principais benefícios do colágeno para o cabelo!

Alimentos com colágeno: entenda sua importância de consumo!

Próximo

Deixe um comentário