Qual o melhor colágeno e qual o mais indicado para cada necessidade?

| |

Nos últimos anos a reposição e suplementação do colágeno tornou-se a bola da vez! Existem uma grande variedade de tipos de colágeno, inclusive cada um é indicado para uma necessidade diferente. Mas com tanta opção disponível, como saber qual o melhor colágeno e como escolher o que mais atenda a sua urgência?

Estudos recentes comprovam que já foram identificados 28 tipos de colágeno diferentes, tanto de origem animal quanto humana. Mesmo que nem todos eles possam ser suplementados, os de tipo I, II e III são os mais indicados, inclusive com comprovação científica, e também são os mais simples de se encontrar. Além deles também existe o hidrolisado.

Mas antes de iniciar a suplementação é muito importante saber para qual finalidade você pretende tomar, podendo ser para fins estéticos, para reforço dos músculos e articulações ou também para repor proteínas, já que cada um acaba tendo uma finalidade diferente no organismo.

Aprenda qual o tipo de colágeno mais indicado e quais formas a suplementação pode ser encontrada!

Tipos e funções do colágeno

O colágeno é produzido naturalmente pelo organismo humano, mas por volta dos 30 anos esses níveis começam a diminuir. Eles também são extraídos dos animais das espécies bovinas e suínas.

Os colágenos utilizados para fazer a suplementação e reposição do que está sendo perdido passam pela técnica de hidrólise e tornam-se o colágeno hidrolisado. Para que tenha um uso específico na pele e para outros fins estéticos é necessário que eles fiquem menores ainda, em formato de peptídeo, passando por outro processo químico e tornando-se o peptídeo bioativo de colágeno hidrolizado.

Por conta dos processos pelo o qual o colágeno passa, a suplementação está dividida em duas categorias: os peptídeos bioativos e o hidrolisado.

Peptídeo bioativo de colágeno tipo I

O colágeno tipo I é aquele produzido pelo organismo humano na córnea, na pele e também nos tecidos conjuntivos, por isso, ele é o mais adequado para a fortificação das unhas e dos cabelos.

Além disso, ele diminui o surgimento de rugas, celulites, linhas de expressão e principalmente aumenta a elasticidade da pele.

O peptídeo bioativo de colágeno tipo I foi patenteado por uma empresa alemã com o nome de colágeno Verisol para que fosse encontrado no mercado com maior facilidade.

Colágeno tipo II

O colágeno de tipo II é aquele encontrado nas articulações e nas cartilagens, por isso a sua suplementação é mais adequada para esses casos.

Ele pode ser usado por pessoas que tenham obesidade e sobrepeso, para lesões articulares, tratamento de doenças como artrose e artrite e também por atletas e outras pessoas que praticam atividade física, como a musculação.

Colágeno Hidrolisado

Outro tipo que também pode ser suplementado é o colágeno hidrolisado que tem origem animal. Ele pode ser um excelente aliado para aquelas pessoas que fazem dietas restritivas ou por pessoas que estão em busca de perder gordura e ganhar de massa muscular, já que é rico em proteínas.

Mas lembre-se, o colágeno hidrolisado sozinho não tem as propriedades suficientes para fazer emagrecer, por isso é usado como um complemento em dietas.

Temos um post aqui no blog que fala tudo sobre o colágeno hidrolisado para que você tire todas as suas dúvidas.

hidrolisado

Qual o melhor colágeno?

A escolha do tipo vai depender da sua necessidade, então nesse quesito não tem como definir qual o melhor. Mas assim como existem muitos tipos de colágeno, a sua suplementação também aparece em diversas formas como encapsulado, em balas, em águas saborizadas, em shakes e em pó.

De todas as opções a melhor é a em pó, já que apresenta uma concentração muito maior de colágeno por medida que as demais. Por ser em pó, essa maneira de suplementa ção oferece uma gama maior de formas de ser ingerido, podendo ser misturado na comida e também em sucos e outras bebidas.

Dicas de como suplementar e potencializar o efeito do colágeno

Para que a eficácia e a potencialização dos resultados esperados com a suplementação de colágeno sejam maiores, veja algumas dicas. São dicas simples e podem inclusive tornar-se um hábito.

Mas lembre-se, mesmo sabendo para qual finalidade você está tomando o colágeno, é muito importante consultar um endocrinologista e um nutricionista para que eles possam avaliar o caso e prescrever qual a quantidade ideal para ser ingerida. Por mais que o colágeno seja natural, se tomado em grandes quantidades pode acabar sobrecarregando os rins.

suplementação

Consuma bastante água

É comprovado que tomar pelo menos 2 litros de água diariamente faz muito bem para saúde, principalmente para a pele. Então não adianta nada suplementar o colágeno e esquecer de tomar água.

mulher bebendo água

Tenha um sono de qualidade

É durante a noite que recarregamos as baterias e ficamos renovados para enfrentar um novo dia pela frente. Ter uma boa noite de sono, não só melhora o humor e a qualidade de vida, como também combate os radicais livres e ajuda a potencializar os resultados da suplementação de colágeno.

sono de qualidade

Reduza as frituras

Para fazer uma fritura é necessário submeter imergir o alimento em óleo quente e essas altas temperaturas acabam tornando-se gordura trans e calorias vazias. Quem costuma consumir muito esse tipo de alimento acaba ficando mais propenso a ter inflamações e também a produzir bem menos colágeno. Mesmo com a suplementação é muito importante cortar as frituras para que tudo não seja em vão.

Sabendo para qual finalidade cada tipo de suplemento de colágeno é mais indicado, a sua escolha no momento da compra será muito mais fácil e com as nossas dicas os efeitos esperados serão muito mais eficazes.

Aproveite para ler o nosso conteúdo sobre celulites e quais as suas causas e saiba como cuidar mais da sua saúde!

Especializada em colágeno e crescimento de cabelo, a Biocorps te traz dicas e informações para momentos incríveis de bem-estar e autocuidado!
Equipe Biocorps
Anterior

Alimentos para a pele: conheça os 10 melhores para inserir na dieta

Deixe um comentário