Colágeno natural: veja quando é preciso suplementar!

| |

Está pensando em suplementar colágeno, mas está com aquela pulguinha atrás da orelha? Hoje vamos te ajudar a entender quando essa suplementação é mesmo necessária! Afinal, sabemos que essa proteína natural produzida em nosso corpo e também encontrada em alguns alimentos é muito importante.

Atuando no corpo humano, ela contribui para a integridade e saúde de diversos tecidos do nosso organismo, como o cabelo, as unhas, os ossos, a nossa pele e até articulações.

O colágeno natural, produzido em nosso corpo, ainda contribui para a sustentação dos nossos órgãos. Com tanta função assim, é possível perceber o quão indispensável essa proteína é para o nosso dia a dia.

Por esse motivo, precisamos ter uma dieta completa, que forneça diariamente as quantidades necessárias de proteínas que vão contribuir para a produção de colágeno no nosso corpo. No entanto, hoje em dia nem todo mundo consegue ingerir pela alimentação as quantidades necessárias de nutrientes e, por isso, existe a suplementação.

mulher sorrindo com colageno

Colágeno como suplemento 

O colágeno como suplemento é uma forma de complementar a dieta. O colágeno de suplementação pode ter as proteínas retiradas tanto de células animais quanto vegetais.

É encontrado em diferentes formas: em comprimidos, cápsulas ou em pó — que pode ser diluído e misturado em líquidos como sucos, shakes, vitaminas, sopas e até mesmo em água. O seu consumo pode, inclusive, ser diário.

Assim, é possível garantir a sua eficácia: o organismo diariamente recebe essa proteína nas quantidades que precisa para se manter sempre saudável, e ter a estrutura e a integridade dos diferentes tecidos beneficiados pelo colágeno.

No entanto, assim como toda forma de suplemento, o recomendado é que tenha o acompanhamento de um profissional da área da nutrição, que será capaz de identificar as deficiências da sua dieta e recomendar a quantidade ideal de suplementação para o consumo no dia a dia.

mulher feliz acariciando o rosto

Colágeno Hidrolisado x Peptídeos bioativos

Existem tipos diferentes dessa proteína nos suplementos: o colágeno em sua forma hidrolisada e em forma de peptídeos bioativos, entenda a diferença:

  • Colágeno hidrolisado: é a colágeno obtido após o processo de agregação de água à essa proteína — a hidrólise. Este processo resulta no colágeno em forma de um pó branco, e dessa forma tem sua digestão e absorção pelo corpo facilitada;
  • Colágeno em peptídeos: depois da hidrólise é possível passar essa proteína por mais uma etapa, que irá padronizar o seu tamanho no que chamamos de peptídeos. Assim, o colágeno tem suas moléculas uniformes em dimensões minúsculas e, dessa forma, tem sua absorção e ação no organismo mais rápida e eficaz.

Como saber a hora de certa de começar a suplementar? 

O colágeno representa cerca de 25% de todas as proteínas do nosso corpo. Entretanto, por volta dos 25 e 30 anos, sua produção diminui naturalmente em nosso organismo. Chegando a diminuir, até, 1% de sua quantidade a cada ano.

Além da idade, existe um perfil específico que se beneficia mais do colágeno como suplemento: as mulheres! Isso porque elas produzem menos colágeno que os homens, principalmente na menopausa.

E em caso de perdas sem nenhuma reposição, podemos observar o que a falta do colágeno causa: envelhecimento do organismo, perda de hidratação e elasticidade da pele (o que significa mais rugas e mais estrias!), musculação flácida e enfraquecimento dos ossos, das articulações e das cartilagens.

Por isso, a partir dessa idade você pode se beneficiar com a suplementação e retardar o processo de envelhecimento, natural do nosso corpo.

Além disso, a suplementação pode ser feita em qualquer idade nos casos de:

  • Pessoas que fumam e/ou se expõem ao sol diariamente — ambos fatores que aceleram o envelhecimento;
  • Pessoas que fazem atividades físicas intensa regularmente, pois evita o desgaste das articulações e contribui com sua preservação, e;
  • Pacientes em período pós-cirúrgico ou em processo de recuperação de lesões, pois contribuirá para a regeneração dos tecidos.

Quando o assunto é a dose ideal de suplementação a ser ingerida, não tem como fugir: apenas um especialista que acompanhe a sua dieta é capaz de prescrever a suplementação adequada, analisando sua saúde e as necessidades do seu organismo.

quando suplementar

Contraindicações 

Quando se trata de complementação da dieta por meio de suplementos, alguns receios podem surgir. Mas não há muito o que se preocupar: o que se sabe até hoje é que não existem contraindicações para o consumo de colágeno como suplementação.

Mas é sempre bom lembrar: o acompanhamento de um profissional da saúde é essencial para garantir o sucesso nesse processo de complementação da dieta.

A ingestão exagerada do colágeno pode acarretar em algumas alergias alimentares. E mulheres grávidas, principalmente, precisam se atentar e ter sua dieta observada por um nutricionista. Isso porque o consumo exagerado da proteína pelas gestantes pode causar danos à produção do leite materno.

É recomendado manter um rotina de hábitos saudáveis para potencializar a atuação do colágeno no organismo: a prática de exercícios regularmente, dormir bem e utilizar filtro solar são as principais atitudes que, se ligadas ao consumo do colágeno, vão aumentar os benefícios da suplementação.

Se quiser se aprofundar e entender mais sobre o colágeno e seus benefícios, que tal continuar a leitura por nosso post sobre quanto tempo leva para obter resultados do colágeno hidrolisado?

Esses e outros conteúdos sobre o colágeno você encontra aqui: no blog da Biocorps. E se ainda tiver dúvidas, não precisa hesitar: deixe-a nos comentários e te respondemos!

Até o próximo post!

Especializada em colágeno e crescimento de cabelo, a Biocorps te traz dicas e informações para momentos incríveis de bem-estar e autocuidado!
Equipe Biocorps
Anterior

Alimentos com colágeno: entenda sua importância de consumo!

Colágeno Verisol: o que é? Saiba tudo sobre a suplementação!

Próximo

Deixe um comentário